Salário de Desenvolvedor Back-End: quanto ganha e o que faz

No Guia de Salários e Profissões, Desenvolvedor Back-End está entre as profissões de tecnologia mais desejadas do mercado. Os profissionais da área chegam a ganhar até R$19.512,40 no Brasil.

remuneração no Brasil Valor calculado a partir da mediana. A utilização da mediana ao invés da média é para evitar distorções no valor final causadas por um pequeno número de salários muito altos ou baixos.

R$4.995,00/mês

Quanto ganha uma pessoa formada na Trybe?

Salário de Desenvolvedor Back-End: quanto ganha e o que faz

O que faz um back-end?

Desenvolvedor back-end é o profissional responsável pelo lado do servidor no desenvolvimento web. Sua tarefa é planejar, programar, testar e manter a estrutura de códigos que faz a interface de um site com o servidor e o banco de dados.

Essa profissional deve identificar requisitos de sistema, aplicar linguagens de script e bancos de dados, garantir a comunicação com o servidor, entre outras tarefas. No desenvolvimento de um site, suas atividades se complementam com o trabalho do desenvolvedor front-end, que é responsável pela interface do site com o usuário.

O que faz um back-end?

Desenvolvedor back-end é o profissional responsável pelo lado do servidor no desenvolvimento web. Sua tarefa é planejar, programar, testar e manter a estrutura de códigos que faz a interface de um site com o servidor e o banco de dados.

Essa profissional deve identificar requisitos de sistema, aplicar linguagens de script e bancos de dados, garantir a comunicação com o servidor, entre outras tarefas. No desenvolvimento de um site, suas atividades se complementam com o trabalho do desenvolvedor front-end, que é responsável pela interface do site com o usuário.

Como atua um back-end?

O back-end deve atuar em parceria com o desenvolvedor front-end e o administrador de banco de dados no desenvolvimento web. Essa integração é necessária para que as requisições dos usuários sejam atendidas corretamente nas interações com o site.

No dia a dia, o desenvolvedor back-end se envolve diretamente na programação dos códigos que levam instruções ao servidor. Mas esse profissional também trabalha com planejamento, testes e manutenção da estrutura de back-end.

Como atua um back-end?

O back-end deve atuar em parceria com o desenvolvedor front-end e o administrador de banco de dados no desenvolvimento web. Essa integração é necessária para que as requisições dos usuários sejam atendidas corretamente nas interações com o site.

No dia a dia, o desenvolvedor back-end se envolve diretamente na programação dos códigos que levam instruções ao servidor. Mas esse profissional também trabalha com planejamento, testes e manutenção da estrutura de back-end.

Quanto ganha um back-end?

remuneração no Brasil Valor calculado a partir da mediana. A utilização da mediana ao invés da média é para evitar distorções no valor final causadas por um pequeno número de salários muito altos ou baixos.

R$4.995,00/mês

Desenvolvedor Back-End é uma das profissões mais valorizadas na área de tecnologia com remuneração de R$4.995,00.

Segundo o Glassdoor, o piso salarial de Desenvolvedor Back-End gira em torno de R$974,25 para posições mais juniores e o teto salarial é de cerca de R$19.512,40 para posições mais seniores.

Fonte: Glassdoormediana salarial da profissão no Brasil

mediana salarial da profissão no Brasil

Desenvolvedor Back-End é uma das profissões mais valorizadas na área de tecnologia com remuneração de R$4.995,00.

Segundo o Glassdoor, o piso salarial de Desenvolvedor Back-End gira em torno de R$974,25 para posições mais juniores e o teto salarial é de cerca de R$19.512,40 para posições mais seniores.

Fonte: Glassdoor

Buscando iniciar uma carreira em tecnologia?

na Trybe você pode!

saiba mais

Principais atividades e tópicos para estudos

O que faz um desenvolvedor back-end no dia a dia?

  • Identificar requisitos de sistema
  • Programar códigos de back-end
  • Testar o funcionamento de páginas da web
  • Manter aplicações

O que é necessário estudar para ser desenvolvedor back-end?

  • Linguagens de back-end (PHP, Java, C#, Ruby etc.)
  • Bancos de dados (SQL e NoSQL Databases)
  • Servidores (Proxy, FTP, DNS)
  • Segurança da informação
Principais atividades e tópicos para estudos

O que faz um desenvolvedor back-end no dia a dia?

  • Identificar requisitos de sistema
  • Programar códigos de back-end
  • Testar o funcionamento de páginas da web
  • Manter aplicações

O que é necessário estudar para ser desenvolvedor back-end?

  • Linguagens de back-end (PHP, Java, C#, Ruby etc.)
  • Bancos de dados (SQL e NoSQL Databases)
  • Servidores (Proxy, FTP, DNS)
  • Segurança da informação

Em que tipos de projetos e empresas um desenvolvedor back-end trabalha?

O desenvolvedor back-end participa de projetos de sites e páginas da web, geralmente em parceria com o front-end.

É requisitado em diversos tipos e segmentos de empresas, já que invariavelmente elas precisam de soluções para a web. Mas é mais comum existir essa posição em empresas voltadas para TI, como agências digitais e startups, ou negócios de grande porte com uma área de tecnologia mais desenvolvida.

Em que tipos de projetos e empresas um desenvolvedor back-end trabalha?

O desenvolvedor back-end participa de projetos de sites e páginas da web, geralmente em parceria com o front-end.

É requisitado em diversos tipos e segmentos de empresas, já que invariavelmente elas precisam de soluções para a web. Mas é mais comum existir essa posição em empresas voltadas para TI, como agências digitais e startups, ou negócios de grande porte com uma área de tecnologia mais desenvolvida.

Como começar na área?

Para quem deseja começar estudar para trabalhar como back-end, é necessário saber por onde começar. O setor de tecnologia cresceu muito no Brasil nos últimos anos e há inúmeras oportunidades no setor. Com o aquecimento do mercado, surgiram diversas opções de cursos (online ou presenciais, pagos ou gratuitos), como o da Trybe, que são reconhecidos pelo mercado.

O curso de desenvolvimento web da Trybe, por exemplo, é uma formação completa em programação, que ensina os alunos a programar do zero e habilita os profissionais a se colocarem no mercado em posições bastante valorizadas.

Como começar na área?

Para quem deseja começar estudar para trabalhar como back-end, é necessário saber por onde começar. O setor de tecnologia cresceu muito no Brasil nos últimos anos e há inúmeras oportunidades no setor. Com o aquecimento do mercado, surgiram diversas opções de cursos (online ou presenciais, pagos ou gratuitos), como o da Trybe, que são reconhecidos pelo mercado.

O curso de desenvolvimento web da Trybe, por exemplo, é uma formação completa em programação, que ensina os alunos a programar do zero e habilita os profissionais a se colocarem no mercado em posições bastante valorizadas.

Quanto ganha quem se forma na Trybe?

remuneração de pessoas formadas Valor calculado a partir da mediana salarial de 406 pessoas que concluíram a formação em desenvolvimento web da Trybe até dezembro de 2021.

R$ 4.500,00/mês

Os dados de renda relatados aqui correspondem apenas às pessoas que se formaram na Trybe via MSC (Modelo de Sucesso Compartilhado).MSC é a sigla para Modelo de Sucesso Compartilhado. Essa modalidade de pagamento permite que a pessoa estudante da Trybe pague pela formação apenas quando estiver trabalhando.

A base de usuários utilizada corresponde a 406 pessoas formadas na Trybe. Essas pessoas passam por um processo mensal de verificação de trabalho e renda através do qual acompanhamos onde estão trabalhando e como andam seus avanços na carreira.

  • Norte
    R$ 4.000
  • Nordeste
    R$ 4.232
  • Centro-oeste
    R$ 4.536
  • Sudeste
    R$ 4.536
  • Sul
    R$ 4.606

mediana salarial de pessoas formadas na Trybe

Os dados de renda relatados aqui correspondem apenas às pessoas que se formaram na Trybe via MSC (Modelo de Sucesso Compartilhado).MSC é a sigla para Modelo de Sucesso Compartilhado. Essa modalidade de pagamento permite que a pessoa estudante da Trybe pague pela formação apenas quando estiver trabalhando.

A base de usuários utilizada corresponde a 406 pessoas formadas na Trybe. Essas pessoas passam por um processo mensal de verificação de trabalho e renda através do qual acompanhamos onde estão trabalhando e como andam seus avanços na carreira.

Fonte: Panorama da Carreira Tech - Carreira Trybers 2020/2021

Panorama da Carreira Tech

Explore a evolução de carreira e renda das pessoas formadas em desenvolvimento de software na Trybe

Baixar relatório

Profissões similares na área de Tecnologia

Conheça mais profissões que podem ser a porta de entrada para sua carreira em tecnologia.